7 de set de 2014


Um pouco de história - Pedra do Sal


O lugar é histórico e agora faz história no samba. Localizado bem perto da Praça Mauá e do Cais do Porto, no bairro Saúde, era o local onde se escoava o sal que na época era usado como moeda de troca. Daí o seu nome, que dura até hoje. Também já foi um ponto de troca e venda de escravos trazidos de navio. Depois, passou a abrigar atividades mais amenas como o samba, feito pelos estivadores após o trabalho. Hoje, atrai sambistas, profissionais e amadores, que fazem uma das melhores rodas de samba da cidade. Foi tombada em 20 de novembro de 1984 pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural.

As pessoas costumam chegar lá direto do trabalho e muitos se deslocam para o Centro especialmente para isso. A música é a mais fina nata do samba, desde novas composições até os clássicos nacionais. Toda segunda-feira uma roda de samba celebra as tradições do lugar de forma bem tradicional, eles colocam um mesa bem grande na ponta da pedra e lá os músicos vão se revezando nos instrumentos. Fica cheio, principalmente às segundas e sextas-feiras, mas agradável. Também pode-se curtir um black nas noites de sábado!


Com uma grande pedra que vira uma espécie de arquibancada, é um programa tipicamente carioca: música boa, ao livre, com cerveja gelada e barata e um ambiente casual e democrático. Além de tudo, é gratuito. Vale a visita!
Mas atenção com a chuva: o local é aberto e apenas os músicos ficam sob a lona. O evento não acontece sob chuva forte.



#PorAí #EuAmo #PedradoSal #Jazz #Música #Samba

Por Natália Moraes

0

0 comentários:

 
No Site da Nay - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo