15 de out de 2015


Coluna do Masters – “Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças”


Relacionamentos sempre rendem boas histórias duradoras ou curtas. Pessoas vem e vão deixando pedacinhos delas pelos caminhos. O filme de hoje trata de uma grande viagem pela linha das lembranças, campo intensamente significante nas nossas vidas. Espero que esse longa marque tanto ao ponto de se tornar inesquecível.
“Como é imensa a felicidade da virgem sem culpa. Esquecendo o mundo, e pelo mundo sendo esquecida. Brilho eterno de uma mente sem lembranças! Cada prece é aceita, e cada desejo realizado.” - Alexander Pope

Dica da semana...
“Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças” (Eternal Sunshine of the Spotless Mind), uma grande viagem dentro de nós mesmo pode ser fascinantemente estranha e prazerosa. Tudo o que se passa em nossas vidas tem diversos toques de realidade e fantasia. Memorias são extremamente importantes, elas nos definem. Joel (Jim Carrey) se encontra completamente perdido após o fim de um longo relacionamento. O mesmo descobre que existe um tipo de tratamento que retira memorias sobre algo ou alguém da mente do paciente. Sabendo ele que sua ex-namorada Clementine (Kate Winslet) se submeteu a esse processo para esquece-lo, decide então a fazer o mesmo. No decorrer do processo ele se arrepende e tentar fugir levando consigo Clementine para outras memorias na tentativa de evitar que ela suma de vez dos seus pensamentos, pois ainda continua amando-a e apaga-la parece ser um erro gravíssimo. O procedimento começa a tomar um rumo diferenciado garantindo uma grande viagem pelas memorias de Joel.


Para quem já conferiu... (Contém Spoilers)
Esse filme é completamente inesquecível! Quem ver, repete em outras oportunidades, pois sempre tem algo a se perceber. Tudo começa com uma pegada que eu particularmente adoro, o fim e o começo se entrelaçando para um grande desfecho. O segmento das memorias em alternância nos mostra que a vida é repleta de altos e baixos, apesar de não parecer, todos os momentos são importantes e agregam valores em qualquer relação.
O filme inicialmente é bem estranho, mas aos poucos ele vai confortando com pequenas explicações envolventes. Um casal diferente se faz um só completando e solucionando os vazios e problemas um do outro. Observamos algumas brigas tanto como carinhos, uma relação moderada.
A trilha sonora, frases, cenas; tudo é bem intenso e memorável. Nos faz pensar, identificar e até fantasiar em certos pontos. Jim Carrey mostra bem que não nasceu só para o humor. Por sinal existem outros filmes que ele mostra o quanto é flexível em seus papeis.
Podemos observar que tudo gira em torno do amor, o quanto forte ele é ao ponto de nos moldar. Todo o enredo segue em torno de lembranças, gerando em nós pensamentos fortes, envolvendo cada vez mais a nossa condição com a ficção. Jogada brilhante, mesclou alguns conteúdos distintos para dar origem a essa obra de arte. Cada qual encerra o filme com sua visão pessoal sobre ele bem definida, um pouco de nós na história, nos adaptamos, por isso a intensidade.
“Não se ama duas vezes a mesma mulher”. - Machado de Assis

Informações:
Direção: Michel Gondry
Elenco: Jim Carrey / Kate Winslet / Kirsten Dunst / (...)
Género: Comédia dramática / Ficção científica
EUA / 2004

Trailer:



Cenas do Filme:










Hélio Masters
Jovem estudante de publicidade e propaganda que se entrega aos diversos estilos buscando compreender a arte de viver.
Viciado em filmes, apaixonado por música, escritor por acaso e completamente atarantado.

0

0 comentários:

 
No Site da Nay - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo