12 de ago de 2016


#DicadoLeitor: Tá todo mundo mal - Jout Jout



#DicadoLeitor: A Patricia Santos nos mandou essa super dica de livro e eu tinha que compartilhar com vocês. Não é de hoje que eu sou telespectadora da Jout Jout e acho que o mundo também precisa conhecer essa querida. Então, ótima leitura e Patricia, obrigada por compartilhar conosco. 

Tá todo mundo mal?
Quando Júlia Tolezano batizou o seu canal no Youtube de Jout Jout Prazer ela não imaginava que o prazer seria todo nosso cada vez que visse um vídeo dela. Jout (aquelas íntimas hahaha) é sensacional, ela tem uma maneira leve e divertida de falar sobre “troços” (como ela mesmo diz) que a gente coloca na cabeça, mas que no fim é só uma bobagem, uma grande preocupação desnecessária e parafraseando minha mãe que também é muito sábia, "preocupação à toa dá ruga e ninguém quer ter pele de maracujá de gaveta aqui, né"?

Bom, se você mora no Brasil e tem acesso à internet e livrarias, sabe que Julinha (essa menina prodígio) lançou um livro e não é um livro qualquer ele leva o título de um dos vídeos mais fabulosos da Jout Jout que é Tá todo mundo mal, se você não assistiu clique aqui e seja feliz. Tá todo mundo mal é um dossiê de algumas das crises que Jout já passou, ela conta das suas inseguranças na adolescência, de como frequentava festas querendo encontrar seu príncipe encantado e de quando fez umas festa para convidar um único garoto que não deu nenhuma moral pra ela, fala também de como ela criava amor platônico por desconhecidos (inclusive muito eu, oi Thiago Iorc) e devaneia sobre suas crises em relacionamentos e como Caio (<3) soube lidar com elas, aliás o prefácio do livro também está assinado por ele que faz um balanço das mudanças que vieram com o canal na vida deles, muito bonitinhos né? Shippo forte.

  
Então se você quer uma leitura leve e divertida que te faça refletir sobre a vida, eu indico JoutJout, afinal tá todo mundo mal, não é mesmo?


Sinopse
'Do alto de seus 25 anos, Julia Tolezano, mais conhecida como Jout Jout, já passou por todo tipo de crise. De achar que seus peitos eram pequenos demais a não saber que carreira seguir. Em Tá todo mundo mal, ela reuniu as suas “melhores” angústias em textos tão divertidos e inspirados quanto os vídeos de seu canal no YouTube, “Jout Jout, Prazer”. 
Família, aparência, inseguranças, relacionamentos amorosos, trabalho, onde morar e o que fazer com os sushis que sobraram no prato são algumas das questões que ela levanta. Além de nos identificarmos, Jout Jout sabe como nos fazer sentir melhor, pois nada como ouvir sobre crises alheias para aliviar as nossas próprias!'


0

0 comentários:

 
No Site da Nay - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo