2 de out de 2016


Entrevista: Aline Dias - Protagonista de Malhação Pro Dia Nascer Feliz


Ela vem mostrando de segunda a sexta na sua telinha para que veio, e não é mais um rostinho bonito na sua televisão, Aline Dias mostra muito talento e carisma interpretando Joana, a primeira protagonista negra de Malhação. A atriz que já tinha participado do elenco de apoio da novela em uma outra temporada, agora volta como protagonista e par de Felipe Roque, namorado na trama da vilã Barbara, interpretada por Barbara Franca. Conversamos com a Aline sobre essa nova experiencia, seus antigos personagens, cultura e muito mais, confira a seguir: 

Em 21 anos de existência, somente agora “Malhação” tem sua primeira protagonista negra. Como tem sido a experiência da sua primeira protagonista e que já entra para a história?
Aline - Sem dúvidas é uma honra e uma grande responsabilidade fazer parte da história e principalmente por ser a primeira protagonista negra de Malhação.  Tenho me empenhado 100% para poder entregar com verdade a personagem ao público. Joana foi um presente na minha carreira.

O que a Joana tem de diferente da Luz e da Jéssica, suas personagem anteriores em “Sangue Bom” e na série "O Sexo e as Nêga”? 
Aline - Joana é mais madura e centrada. Tem seus objetivos de vida muito bem estruturados e uma segurança enquanto mulher muito grande.

Você participou do elenco de apoio na temporada  2012 de "Malhação", agora retorna como protagonista. Isso de alguma forma traz mais responsabilidade, além da evidente em ser protagonista?
Aline - Fazer parte do elenco em 2012 onde Agatha Moreira era a protagonista, me fez aprender bastante sobre o que era fazer parte da família Malhação. Sem dúvida ser a protagonista de um dos maiores produtos da Tv Globo direcionado para os jovens é de grande responsabilidade e também por estar ao lado de grandes nomes que possuem mais experiência do que eu como Thiago Fragoso, Jackson Antunes, Deborah Secco entre outros. Estou focada em fazer o meu melhor a cada dia.
Aline Dias nas falésias no Ceará  

Na trama você é uma cearense que trabalhou em Fortaleza antes de ir ao Rio em busca do pai. Mineira, que mora desde pequena no Rio de Janeiro, com foi para você o estudo para a construção da personagem e o aprendizado de mais uma cultura, tão regional quanto a sua de origem?
Aline - Busquei a força que eu sempre tive para nunca desistir, mesmo em meio as dificuldades, para conquistar meu espaço como atriz. 

Negra, nordestina, pessoa de origem humilde, sem mãe e em busca do pai; Joana tem no currículo muitos traços que geram preconceitos e bullying. Como você vê tudo isso, e trabalha sua mensagem para o público?
Aline - Com tantos acontecimentos em sua vida Joana nunca baixou a cabeça diante de qualquer dificuldade ou preconceito. Sempre estudou, focou em mudar de vida e foi lutar pelos seus sonhos e é isso que ela representa, a força de jovens mulheres que devem sim lutar pelos seus direitos independentes de serem negras ou brancas. Não baixar a guarda e seguir em frente.

Você começou a trabalhar muito novinha, e além de modelo fez trabalhos paralelos até mesmo para ajudar nos custos da faculdade e cursos. De alguma forma você emprestou características da Aline a Joana? Em que pontos vocês se parecem e quais características da Joana que a Aline queria ter?
Aline - Eu sempre tive um foco que era ser atriz, mesmo com as dificuldades financeiras eu tracei um plano que eu queria para a minha vida e as oportunidades de trabalho que tive eu guardava uma parte para investir nos meus cursos de teatro. Joana queria mudar de vida mesmo e foi de cabeça para o RJ, ela foi muito corajosa e admiro a personalidade que ela tem e somos muito parecidas nesse ponto.

Hoje em dia, com a internet facilitando a comunicação entre artista e público, de alguma forma te assustou toda a repercussão que sua personagem tem causado nas redes sociais? Antes mesmo do início da novelinha inclusive, onde já havia fã-clubes espalhados por todo Brasil.
Aline - A rede social aproximou muito o artista de seu publico e conseguimos medir a intensidade dessa proporção que geramos . Fico lisonjeada com a repercussão positiva do público com a Joana, isso mostra que tanto o autor , quanto a direção e eu acertamos no tom e o público aprovou. Estou me empenhando a cada dia mais para que possa continuar agradando ao público. Quando saíram as primeiras noticias que eu seria a protagonista eu já via a formação de alguns fãs clubes, fiquei feliz e hoje eu recebo muito mais esse carinho tanto pelas redes sociais quanto pelas meninas que ficam na porta do Projac. Leio sempre todas as mensagens e procuro atender e responder a todos sempre que possível. 


Falando em fãs, muitos atores iniciam na “escola” Malhação, assim como muitos atores consagrados da teledramaturgia brasileira fazem parte desse projeto. Como tem sido contracenar com grandes nomes como Deborah Secco, Marcos Pasquim, Thiago Fragoso e ainda ter como padrasto na trama o talentoso Jackson Antunes?
Aline - Eu absorvo todos os dias, escuto muito observo e tento aplicar para mim muitos dos conselhos. Devo muito também à direção, Leo Nogueira e Adriano Melo que são mestres para mim também quero em breve poder já estar fazendo outra novela com eles e com papéis  ainda mais desafiadores.


Esperamos que tenham gostado, beijão e até a próxima. 

Fotos/site globo.com

0

0 comentários:

 
No Site da Nay - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo