26 de jan de 2018


Resenha: #O que aprendi sendo xingado na internet


Quando você ver um livro na estante de um amigo e pela capa pensa logo: PRECISO PRA ONTEM!!! Essa é minha historia com o #O que aprendi sendo xingado na internet de Leonardo Sakamoto.

Quando você começa a ter uma historia na internet, e dela começa a ter a grana que paga suas contas, qualquer informação que te ajude a ser melhor é valida. Eu não conhecia o Sakamoto, nem muito menos sabia do que se tratava seu livro. No mesmo mês de seu lançamento (vai fazer um ano eu acho) acabei comprando, e ao comentar sobre com uma amiga, ela logo abriu o sorriso indicando que valeria super a pena.

O livro trata-se de fragmentos de seus textos publicados em um blog na internet, baseado em historias e opiniões próprias e manifestações de redes sociais. Mesmo que tenha um caráter político, Sakamoto nos traz pra dentro do mundo “civilizado digitalmente” se é que nos dias de hoje isso é possível.

A orelha do livro é assinada por Gregório Duvivier, pessoa da qual eu particularmente não concordo muito com algumas de suas posições, porém foi sensato nesse caso em seu pensamento.

O livro é pequeno e em uma escrita fácil e prazerosa, que te permite uma leitura rápida. De fácil compreensão, o livro é bem dividido em tópicos.

O livro conta fatos de ódio e intolerância em era digital e as formas que podemos usar para driblar conviver ou evitá-las. Embora o assunto dos textos seja bem “sociais”ou mesmo “políticos”, a forma com que o autor trata de nada te induz, pelo contrario, te ensina, alias como ele mesmo repete diversas vezes que não é/precisa ser preto no branco, oito ou oitenta, como se não fosse bom ou necessário escolher um lado, que é preciso respeito, educação e ética, até para opinar e discordar. Para conviver com as diferenças. Bem oportuno para os dias de hoje. Algumas dicas são inteligentes e super aproveitáveis. Indico demais!

Sinopse oficial: Um manifesto contra o ódio e a favor da tolerância na internet. Um dos blogueiros mais conhecidos da atualidade, Leonardo Sakamoto divide opiniões sempre apaixonadas. Possui uma legião de seguidores que diariamente acessa seu blog, hospedado no portal UOL, e compartilha seus textos, ao mesmo tempo em que cultivou um sem número de detratores que, com o acirramento das disputas políticas entre direita e esquerda, dedicam-se a xingá-lo, espezinhá-lo e, em casos extremos, ameaçá-lo. O que eu aprendi sendo xingado na internet nasceu da reflexão do autor sobre a facilidade com que se disseminam ódio e boatos na internet. Escrevendo com conhecimento de causa, Sakamoto produz um manifesto a favor da liberdade de opinião e expressão na rede, e disseca os mecanismos que permitem que informações incorretas se espalhem, causando danos irreparáveis. Sobre o autor: Leonardo Sakamoto é paulistano. Jornalista e doutor em ciência política pela Universidade de São Paulo, cobriu conflitos no Timor Leste, em Angola e no Paquistão e o desrespeito aos direitos humanos no Brasil. Foi professor de jornalismo na ECA-USP (entre 2000 e 2002) e na PUC-SP (desde 2011). É diretor da ONG Repórter Brasil e conselheiro do Fundo das Nações Unidas para Formas Contemporâneas de Escravidão.

0

0 comentários:

 
No Site da Nay - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo